Poema Drama, Carlos Queiroz Telles

Adoro trabalhar esse poema!

Gênero textual: Poema (lírico)

 

Drama

 

Eu sei que ela é como eu.

Afinal, a gente se conhece

desde o dia em que nasceu.

Pai vizinho, mãe comadre,

mesma rua, mesma infância,

mesma turma, mesma escola.

 

Eu sei que ela é como eu.

Brinquedos e jogos iguais,

passeios de bicicleta,

aventuras de quarteirão.

Repartidas descobertas,

segredos a quatro mãos.

 

Eu sei que ela é como eu.

E sei também, por saber

de idéia e de coração,

que por mais que ela disfarce

gosta de mim pra valer,

não como amiga ou irmã.

 

Então por que (eu pergunto)

faz de conta não querer

ser a minha namorada?

 

Sendo assim tão como eu

não é justo me trocar

por um idiota grandão,

só porque eu não sou mais velho

do que a nossa emoção.

Carlos Queiroz Telles

 

 

a) Sobre o que fala o poema?

b) Quantos anos você acha que tem o eu-lírico (a voz que fala no poema)? Justifique.

c) Que frase é repetida em várias estrofes? Por que você acha que isso acontece?

d) Os personagens do poema são namorados? Como você percebeu?

e) Você já gostou de alguém que não gostava de você? Como se sentiu?

f) A pessoa sabia de seu sentimento?

g) Que conselho você daria para o menino do poema?

h) Coloque-se no lugar deste menino e escreva uma carta de amor tentando conquistar o coração da garota amada. Ilustre-a com capricho.